Resultados por tag: cães

Clube da Arrábida preocupado com "aumento exponencial" de cães na serra

30/11

2011

às 14:43

 

O Clube da Arrábida entregou terça-feira no Tribunal de Almada uma acção popular contra a Câmara de Setúbal e a Direcção Geral de Veterinária pelo alegado incumprimento de funções das duas entidades na captura de cães vadios na Arrábida.



"Como cidadãos, como Clube da Arrábida, levamos já cerca de dez anos de alertas para a Câmara Municipal e para a Direcção Geral de Veterinária, não tendo, até agora, surtido qualquer efeito as nossas reclamações sobre o aumento exponencial dos cães", disse à Lusa o presidente do clube da Arrábida, Pedro Vieira.



"Sabemos que a Câmara Municipal tem feito um esforço neste último ano, mas que é manifestamente insuficiente para se capturar os animais", acrescentou Pedro Vieira, manifestando o receio de que a situação se possa descontrolar.



O presidente do Clube da Arrábida referiu, como exemplo, o que aconteceu no nordeste transmontano, onde as matilhas de cães se transformaram numa ameaça real para outros animais e para as pessoas.



A acção popular do Clube da Arrábida refere também "o comportamento de algumas associações e pessoas que insistem em sistemática e metodicamente alimentar estes cães" e adverte para o perigo que estes animais representam para a saúde pública, uma vez que não estão vacinados e facilmente propagam doenças, algumas das quais bastante perigosas para os seres humanos.



"Estes cães, que actuam em matilha, têm contribuído de uma forma significativa para o declínio de espécies naturais em toda a Serra da Arrábida tais como coelhos, raposas e ginetes, uma vez que os cães são predadores no topo da cadeia alimentar e que, como tal, não tem controlo natural", acrescentou Pedro Vieira.



As preocupações do Clube da Arrábida são partilhadas pelo vereador do Ambiente da Câmara de Setúbal, Manuel Pisco, que reconhece a falta de eficácia da autarquia na captura dos animais, mas adianta que só a Direcção Geral de Veterinária pode autorizar outras medidas mais eficazes.



"Este assunto tem sido tratado quer com a Direcção do PNA (Parque Natural da Arrábida), do SEPNA (Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da GNR) e Direcção Geral de Veterinária, sendo esta última a única entidade que tem competência para determinar outras acções para além da recolha, designadamente o abate dos animais, mas que nunca deu abertura para esse tipo de procedimento", disse.



"A Câmara de Setúbal reforçou a recolha de animais durante o último verão, mas os resultados são limitados porque há pessoas que continuam a levar alimentação para os cães vadios, para além de destruírem as jaulas que colocamos na serra para os capturar", acrescentou o vereador do ambiente das Câmara de Setúbal.

0 comentários

3ª Exposição Canina Nacional é em Arcos de Valdevez

18/10

2010

às 10:29

No próximo fim-de-semana, realiza-se em Arcos de Valdevez a terceira Exposição Canina Nacional. O evento terá lugar no Centro de Formação e Exposições e é organizãdo pela Câmara Municipal e pela ARDAL (Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima). Integrado neste evento estará a 1ª Exposição Canina Especializada de Raça Portuguesa de Arcos de Valdevez e a XXI Exposição Monográfica do Cão de Castro Laboreiro.

 

0 comentários

Campanha de recolha de alimentos para animais em Coimbra

18/09

2010

às 15:00

A associação AGIR pelos Animais promove, no dia 2 de Outubro, uma campanha de recolha de alimentos e outros produtos necessários ao bem-estar dos cerca de 150 cães e gatos abandonados que tem ao seu cuidado. Esta acção vai decorrer todo o dia nos hipermercado Jumbos, do Dolce Vita Coimbra, e Continente, no Coimbra Shopping e visa assinalar o Dia Mundial do Animal, celebrado a 4 de Outubro.

 

Entre os produtos que mais faltam fazem contam-se a ração (especialmente para cães adultos e gatos bebés), açaimes para cão, desparasitantes internos e externos, detergentes desinfectactes/lixívia, mantas, casotas, transportadoras e areia para gatos. A AGIR procura voluntários que queiram ajudar nesta campanha, que podem contactar a associação através do e-mail agirpelosanimais@gmail.com ou pelos seguintes números de telemóvel: 91 054 18 61 ou 96 545 06 26.

Identificada jovem que atirou cachorros ao rio

03/09

2010

às 20:58

A polícia bósnia encontrou a jovem que num video, divulgado esta semana, aparece a atirar ao rio seis cachorros vivos, de acordo com o jornal britânico Daily Telegraph. Por ser menor, não foi divulgado o nome da rapariga, que a polícia conseguiu identificar com a ajuda de uma associação de defesa dos direitos dos animais da Bósnia. A jovem vive na cidade de Bugojno, na região central da Bósnia, e os pais vão ser em breve interrogados pela polícia. À luz da lei de defesa dos direitos dos animais podem ser multado em cerca de cinco mil euros.


De acordo com Velimir Ivanisevic, porta-voz da Associação de Defesa dos Animais, com sede em Sarajevo, contou que o video, que tanta polémica causou, foi filmado pelo irmão da rapariga. “Este caso é o espelho da nossa sociedade e o facto de terem sido jovens a praticarem este acto diz muito sobre a forma como estão a ser educados”, disse, ao Daily Telegraph. O mesmo responsável adiantou que a maioria dos actos de crueldade cometidos contra animais na Bósnia – que são muitos – não têm merecido esta atenção mediática.



De acordo com a legislação bósnia, quem matar ou torturar animais fica sujeito a multas que variam entre os 15 e os cinco mil euros.

Tags: ,
0 comentários

Campanha de adopção de cães em Ponte de Lima

01/09

2010

às 18:08

No próximo sábado, o Canil Intermunicipal da Valimar realiza mais uma campanha de adopção de cães abandonados. A acção decorre nas instalações do canil, na lugar da Deveseiras, freguesia de Fornelos, município de Ponte de Lima, entre as 10 e as 13 horas.


O Canil está aberto diariamente para doação de animais de estimação, capturados na via pública e não reclamados. Nos dias úteis, entre 10 e as 12 horas e entre 14 às 16 horas. Aos fins-de-semana, das 10 às 12 horas. Podem ser observados todos os animais e serem efectuadas reservas a curto prazo, permitindo a adopção fora dos dias de feiras.


O Calendário das Feiras, a galeria de fotos dos animais disponíveis para adopção, bem como outras informações adicionais podem ser consultadas neste site.

0 comentários

Disney World abre resort para animais de estimação

16/08

2010

às 21:39

Nunca o Pluto teve tanta companhia! A próxima grande atracção do parque temático Walt Disney World, em Orlando, no estado americano da Flórida, não se destina a crianças, mas sim a … animais de companhia. O Best Friends Pet Resort, que tem abertura marcada para 27 de Agosto, oferece não só o alojamento, como também histórias para adormecer e um parque aquático para cães, segundo a AFP.  Com uma área de cerca de cinco mil metros quadrados, metade dos quais ao ar livre, tem condições para acolher 270 cães, 30 gatos e diversos outros animais, incluindo aves, porquinhos da Índia, hamsters e cobaias (só não são aceites tartarugas, cobras e lagartos). Uma noite custa 28 euros, mas pode chegar aos 60, dependendo dos extras que foram escolhidos. Os donos dos animais podem optar entre jogos de grupo para cães, histórias para adormecer, uma villa com pátio ao ar livre e televisão de ecrã plano para assistir a vídeos ou suites de luxo, com 226 metros quadrados, com um jardim privado e um acompanhamento exclusivo.  Além do parque aquático, o Best Friends Pet Resort oferece também jogos em grupo, corridas ao ar livre, caminhadas em trilhos e áreas para jogarem futebol ou frisbee. Os animais podem ficar alojados apenas durante o dia, enquanto os donos de entretém na Disney World.  

 

Multiplicam-se os hospitais veterinários de luxo no Brasil

13/08

2010

às 10:38

O check-up médico a Pierre, um pequeno Terrier branco, revelou que ele sofre de insuficiência renal e que necessita de fazer diálise. Cibele Domingues, a proprietária, não tem qualquer dúvida sobre o que deve fazer a seguir: levá-lo a uma clínica de luxo. Domingues internou Pierre no Hospital Veterinário Dr. Hato, um estabelecimento ultramoderno para animais domésticos em São Paulo, que assegura os melhores e mais sofisticados serviços em toda a América do Sul, escreve a AFP.


Ali, Pierre tem acesso a um aparelho de diálise e a assistência 24 horas por dia. Por enquanto, “tudo está a correr bem”, explica Cibele Domingues, 20 anos, que espera levar o seu Terrier para casa dentro de um a dois dias.



A família Hato, proprietária deste hospital de luxo para animais de companhia, abriu já uma segunda clínica em São Paulo, a capital económica do Brasil, e prevê abrir uma terceira. Mas há outras clínicas veterinárias de luxo que disputam o mercado em expansão dos animais de companhia no Brasil.


Este não é um sinal revelador da boa saúde da economia brasileira, que, apesra de tudo, nos últimos anos permitiu que cerca de 30 milhões de pessoas ascendessem à classe média. Mas o gigante sul-americano continua a ser um dos países onde a desigualdade entre classes é mais notória, com uma alta burguesia que investe tudo no bem-estar dos seus animais de estimação.


“80% dos animais que aqui nos chegam são cães e 15%, gatos. Também já temos recebido aves e uma iguana”, explica o médico veterinário Valter Yoshio Hato, um dos proprietários desta unidade de saúde construída há cerca de três anos juntamente com o pai.


O hospital tem 12 médicos veterinários e três salas de cirurgia. Uma consulta custa 45 dólares e uma operação entre 30 a 1700 dólares. A recuperação total pode demorar dias e os donos dos animais podem passar a noite junto deles, uma vez que o hospital tem três apartamentos para o efetio.


Esta unidade de saúde dispõe ainda de uma piscina de 25 metros para fisioterapia e outro tipo de tratamentos prescritos aos animais. Estrategicamente localizado à saída do hospital, um supermercado exclusivamente com produtos para animais, aberto 24 horas por dia.

Indonésia vai vacinar mais de 400 mil cães contra a raiva

06/08

2010

às 11:30

As autoridades indonésias vai avançar com uma campanha intensiva de vacinação de cães na turística ilha de Bali, onde uma epidemia de raiva já causou a morte a 78 pessoas desde 2008, a última das quais foi uma mulher de 40 anos, na semana passada, noticiam as agências intenacionais. Putu Sumantra, chefe dos serviços sanitários de Bali, declarou à AFP que está prevista a vacinação de todos os cães de Bali – cerca de 400 mil, 30% dos quais são errantes – até ao final do ano. A partir de Setembro, 200 equipas veterinárias estarão a trabalhar em 700 cidades indonésias.



De acordo com o governo indonésio, só nos primeiros seis meses deste ano foram reportadas mais de 30 mil mordidelas de cães apenas na ilha de Bali. Inicialmente, embora debaixo de fortes críticas, as autoridades avançaram com o extermínio de mais de 200 mil cães, em vez de optaram por uma campanha de vacinação massiva, como defende a Organização Mundial de Saúde. Nyoman Sutedja, chefe do gabinete do ministro da Saúde, explicou à Fox News: “Temos sérios problemas com as vacinas anti-rábicas para os seres humanos... Precisamos de ajuda”.



Desde que esta epidemia começou, os hospitais de Bali esgotaram o stock de vacinas gratuitas, deixando os cidadãos com fracos recursos económicos sem alternativa. Existem vacinas à venda nas farmácias, mas os cidadãos mais pobres não podem comprá-las. “A parte mais dramática é que os doentes vão ao hospital e saem de lá sem tratamento porque não há vacinas”, alerta Janice Girardi, uma americana que dirige a Associação de Bem-Estar Animal de Bali, que vacinou cerca de 45 mil cães. Se a vacina for administrada logo após o contacto com a saliva do animal enraivecido, esta pode evitar a morte da pessoa infectada. Mas mal os sintomas comecem a aparecer, não há nada a fazer.



Ao contrário do que acontece no resto da Indonésia muçulmana, em Bali, onde prevalece o hinduismo, os cães não são considerados animais impuros.

Tags: ,
0 comentários

Exposições caninas em Sintra

23/07

2010

às 14:25

Este fim-de-semana, realiza-se em São João das Lampas, no município de Sintra, as 29.ª Exposição Canina Nacional e 27.ª Exposição Canina Internacional, nas quais vão marcar presença mais de 500 animais de várias raças em cada um dos dias, de acordo com os organizadores.


O público vai poder assistir às prestações caninas nacionais (sábado) e internacionais (domingo), em categorias como “Melhor Baby”, “Melhor Cachorro da Exposição” ou “Melhor Par”, e ficar a conhecer o grande vencedor (“Melhor Exemplar da Exposição”). As provas contam com uma prestigiada lista de juízes portugueses e estrangeiros, entre eles o dinamarquês Gert Christensen.


Em paralelo, decorre um conjunto de eventos integrados, nomeadamente exposições monográficas como uma prova especializada de Boxer ou uma Especial de Cães de Pastor Belga e o concurso extra “A Melhor Cabeça da Exposição”, entre outras.


Este evento é organizado pela Comissão de Festas de Vila Velha, que conta com o apoio Junta de Freguesia de São João das Lampas e da Câmara Municipal de Sintra e com o suporte técnico do Clube Português de Canicultura.

0 comentários

publicidade

Arquivo de artigos

Fale com o autora

envie os seus conteúdos para: fmariano@jn.pt

blogues associados

publicidade

Global Notícias SGPS, S.A. Todos os direitos reservados.