Resultados por tag: cabra

Porco salva cabra de afogar-se

23/09

2012

às 21:30

 

Um porco que vive num jardim zoológico americano tornou-se um verdadeiro herói depois de ter sido filmado a salvar uma cabra bebé de se afogar num lago.



Num vídeo, colocado no Youtube, vê-se o cabrito atrapalhado, a tentar manter a cabeça fora de água, depois de uma das patas ter ficado presa nas rochas do fundo do lago.



Em seguida, vê-se o porco a entrar na água, e empurrar a cabra bebé e a conduzi-la para um local seguro. O vídeo já foi visto por mais de dois milhões de pessoas, segundo o jornal britânico Telegraph.

 

Tags: , ,
0 comentários

Motorista vitima de "cabrajacking" na Áustria

23/05

2012

às 20:17

Um motorista austríaco sentiu-se verdadeiramente aparvalhado quando se viu obrigado a chamar a polícia porque o carro tinha sido tomado de assalto por uma cabra.



Segundo o site Orange News, Gunther Hauser foi obrigado a travar a fundo quando circulava numa estrada secundária em Radkersburg, Áustria, depois de se ter deparado com uma cabra que tinha fugido.



Gunther, 45 anos, tentou afastar o animal, mas este saltou para dentro do veículo e começou a comer-lhe os bancos, recusando sair.



O motorista caminhou até uma quinta próxima para pedir ajuda, mas acabou expulso, por os proprietários pensarem que ele era um ladrão.



Quando finalmente conseguiu chamar a polícia, foram chamados alguns agricultores para ajudarem a retirar a cabra e levarem-na de volta ao curral.



“Tive que tirar uma fotografia da cabra, caso contrário, a minha companhia de seguros nunca acreditaria em mim”, disse Gunther Hauser.

Tags: ,
0 comentários

Macaco montado numa cabra acusado de roubar agricultor chinês

06/01

2012

às 20:29

  Foto: Orange News

Um agricultor chinês queixa-se que um macaco montado numa cabra lhe tem roubado os vegetais da quinta.



Segundo o site Orange News, Ye Shu, residente em Donguan, província de Guangdong, diz que os animais pertencem a um circo instalado nas redondezas.



Ele acusa os dois animais de entrarem do terreno todos os dias, de lhe comerem os vegetais e provocarem outros estragos.



“Isto acontece desde há duas semanas, altura em que a companhia de circo se instalou aqui”, acusa Ye Shu.



O agricultor explica que o macaco, mais esperto, monta em cima da cabra e fica à espera até não estar ninguém a ver, antes de se lançar ao ataque.



“Se o macaco vê que ninguém está a trabalhar no campo, os dois entram e começam a comer os vegetais”, acrescentou.



Um porta-voz da companhia de circo admitiu que ninguém vigia os animais depois de eles acabarem a actuação.



“Lamentamos o que está a acontecer e temos estado a indemnizar Ye Shu”, referiu Wu Ju, acrescentando que vão ser contratadas pessoas para controlarem os animais.

Tags: , ,
0 comentários

Associação denuncia morte de 300 cabras abandonadas na Chamusca

02/09

2011

às 20:30

 A associação Os Amigos dos Animais e do Ambiente da Chamusca denunciou a morte de "mais de 300 cabras e cabritos", abandonados, pelo menos desde Maio, numa propriedade do concelho.

 

A presidente da associação, Anete Ferraz, disse hoje à agência Lusa só ter tomado conhecimento da situação esta semana, lamentando que as diligências feitas junto da Direcção Regional de Veterinária, no sentido de colocar os animais sobreviventes num pasto vedado, não tenham tido qualquer resposta.

 

A situação foi denunciada no início de Maio por proprietários de terrenos vizinhos, tendo o veterinário municipal da Chamusca, Manuel Romão, encontrado, numa visita ao local, 15 cadáveres adultos e nove jovens em elevado estado de decomposição.

 

Manuel Romão disse à Lusa que, dado o estado de putrefacção dos cadáveres, pediu autorização para proceder ao seu enterramento, tendo comunicado a situação aos serviços do Ministério da Agricultura. Segundo o veterinário, os animais estavam saneados e em conformidade, não tendo contudo a propriedade marca oficial de exploração.

 

Os dois proprietários do rebanho terão pedido o terreno emprestado para colocarem as cabras que adquiriram em Janeiro no Alentejo, tendo-se "desentendido" posteriormente, deixando os animais "privados de apoio diário essencial".

 

Em resposta à Lusa, o Ministério da Agricultura afirma que, aquando da visita ao local, "foi verificado que os animais se encontravam em condições razoáveis de conformação física, em local devidamente vedado tendo acesso a zonas cobertas". Acrescenta que, identificados os donos do rebanho, estes foram "ouvidos em Auto de Declarações, tendo sido instaurado o respetivo processo contraordenacional".

 

A resposta enviada pelo gabinete de imprensa do Ministério afirma ainda que, "face à análise da situação e às irregularidades detectadas, foi determinado o abate compulsivo dos animais em causa, tendo sido encaminhados para abate", assegurando que, à data, "a situação está devidamente acautelada e solucionada tendo sido cumpridos todos os formalismos legais".

 

Contudo, Anete Ferraz assegura que, apesar da determinação dos serviços centrais, o abate, a ocorrer, aconteceu apenas hoje, já que, em vários contactos, foi referida falta de verba dos serviços regionais para pagamento a um matadouro, informação confirmada por outras fontes contactadas pela Lusa.

 

Ainda na quinta-feira, os serviços municipais confirmaram relatos dando conta da permanência de alguns animais na zona.

 

Anete Ferraz só lamenta que esses animais tenham ido para abate e não se tivesse considerado a possibilidade de os encaminhar para o pasto que disponibilizava. Segundo disse Anete Ferraz, só agora soube da situação porque uma das cabritas entrou em casa de um seu amigo, comeu a ração dos gatos, foi ter com o seu amigo ao sofá e acabou por morrer.

0 comentários

Égua cega tem como guias cinco cabras e cinco ovelhas

23/05

2011

às 12:13

 

Foto: Michelle Feldstein/Deer Haven/Reuters

Michelle Feldstein preparava-se para arranjar um alojamento especial para a égua cega que recentemente se juntou aos inúmeros patos que não voam, gatos sem garras e lamas que vivem no centro de abrigo animal em Montana, nos Estados Unidos. Mas não a poderia preparar para a comitiva que acompanhou Sissy, uma égua cega de 15 anos.



“Sissy veio com cinco cabras e cinco ovelhas, que tomam conta dela”, disse, ao Edmonton Sun, Michelle Feldstein, o rosto por detrás do Deer Haven Ranch, um centro privado de resgate de animais que ela gere com o marido, Al, numa área de 300 acres no Parque Nacional de Yellowstone.



As cabras e as ovelhas nunca estão longe da égua branca e nunca a perdem de vista. Elas conduzem Sissy até ao local onde pode comer e beber e guiam-na até ao estábulo, quer chova ou neve. “Elas rodeiam-na na hora de comer e levam-na até junto do feno”, conta Michelle, de 66 anos, uma antiga administradora hospitalar e piloto de corridas de automóvel. “Mostram-lhe onde está a água e põe-se junto ao cercado para que Sissy saiba que este está ali”.

0 comentários

Mudança de dieta é o suficiente para diminuir a flatulências das vacas e das ovelhas

02/04

2011

às 20:30

 

Uma mudança da dieta poderá ser o bastante para reduzir a flatulência das vacas e das ovelhas, dois dos principais emissores naturais de gases para a atmosfera, defende um novo estudo. Segundo o Guardian, uma investigação financiada pelo governo britânico, para ajudar os criadores de gado a reduzir a emissão de gases para a atmosfera, explica como reduzir a quantidade de metano resultante da flatulência e dos arrotos de vacas e ovelhas.



Investigadores da Universidade de Reading e do Instituto de Ciências Biológicas, Ambientais e Rurais concluiram que as vacas podem emitir diariamente menos 20% de metano por cada litro de leite que produzem se forem alimentadas com colza moída. No caso das ovelhas, uma dieta rica numa determinada qualidade de aveia poderá reduzir em cerca de um terço as emissões do mesmo gás, segundo o mesmo estudo.



Jim Paice, ministro inglês da Agricultura, disse: “É espantoso como esta investigação descobriu, que com uma simples mudança na dieta dos animais de criação, temos o potencial de fazer uma grande diferença no meio ambiente”. A agricultura contibui com cerca de 9% das emissões de gases com efeito de estufa no Reino Unido, de acordo com aquele ministério, sendo que metade dessa quantidade tem como origem as vacas, as ovelhas e as cabras.

Tags: , , ,
0 comentários

Excrementos de tigre utilizados no fabrico de repelentes na Austrália

09/03

2011

às 18:23

Os excrementos dos tigres estão a ser utilizados como a nova arma secreta para afastar os veados selvagens, que estão a invadir as propriedades da costa nordeste da Austrália, segundo o Gold Coast Bulletin. Investigadores da Universidade de Queensland investiram os últimos dois anos a pesquisar e a desenvolver um produto repelente a partir das fezes os tigres que vivem no parque temático Dreamworld.



Peter Murray, um dos cientistas envolvidos nesta investigação, explicou que os veados reconhecem os tigres como predadores naturais, pelo que, ao sentirem o seu cheiro, afastam-se. Embora o repelente agora fabricado funcione independentemente da dieta dos tigres, Peter Murray sublinha que é mais eficaz quando os animais são alimentados durante oito dias com carcaças de cangurus. “Neste caso, os veados ficam ainda mais alerta, uma vez que o cheiro lhes diz que os tigres estão a comer os seus companheiros”, explica.



Os investigadores estiveram primeiro focados nas cabras selvagens, tendo criado um produto repelente a partir carcaças de cabras em putrefacção ou queimadas e urina de cão. Contudo, chegaram à conclusão que as fezes dos tigres são mais eficazes.

0 comentários

publicidade

Arquivo de artigos

Fale com o autora

envie os seus conteúdos para: fmariano@jn.pt

blogues associados

publicidade

Global Notícias SGPS, S.A. Todos os direitos reservados.