Resultados por tag: cobra

Agricultor nepalês mordeu a cobra... que o tinha mordido

23/08

2012

às 15:41

 

Um agricultor do Nepal, que tinha sido mordido por uma cobra de capelo na sua plantação de arroz, acabou por matar o réptil mordendo-o repetidamente.



“Um encantador de serpentes disse-me um dia que, se uma cobra nos morder, devemos mordê-la até ela estar morta e nada nos acontecerá”, contou à BBC Mohammed Salmodin.



O agricultou já saiu do hospital, onde recebeu tratamento. Não será acusado de crime, uma vez que a cobra de capelo não pertence a nenhuma espécie em perigo.



“Quando me apercebi que a cobra me tinha mordido, fui a casa buscar um archote e encontrei-a. Então, mordi-a até ela morrer”, continuou.



Depois de ter mordido o animal até este morrer, Mohammed Salmodin voltou à sua vida habitual, como se nada se tivesse passado. Só concordou em ir ao hospital depois de muita insistência por parte da família, vizinhos e da polícia.



O incidente aconteceu na terça-feira, numa aldeia a cerca de 200 quilómetros a sudeste da capital do Nepal, Katmandu.



No país existe uma enorme diversidade de cobras, muitas das quais são venenosas. Segundo a AFP, anualmente ocorrem cerca de 20 mil mordidas de cobras, perto de mil das quais provocam a morte da vítima.

Tags: ,
0 comentários

Septuagenária alemã encontra cobra com 4 metros na casa-de-banho

23/07

2012

às 18:42

 

Uma septuagenária alemã encontrou uma pitão real com mais de quatro metros de comprimento na casa-de-banho. O insólito caso ocorreu no domingo na região da Baviera.



Segundo a agência de notícias AFP, a mulher, uma reformada de 74 anos, chamou a polícia, mas quando os agentes chegaram, o animal desapareceu no ralo da sanita.



Foi necessário pedir a intervenção dos bombeiros que, através da injeção de grandes quantidades de água na sanita, obrigaram a cobra a sair do seu refúgio. O animal foi recolhido por um especialista em repteis que estima que a pitão tenha cerca de dois anos.



A polícia procura, agora, o dono do animal, que é pouco ofensivo para os seres humanos.

Tags: ,
0 comentários

Menino de dois anos atacado por uma cobra pitão na Austrália

29/12

2011

às 14:35

 

Um rapaz de dois anos foi mordido por uma cobra pitão gigante, que em seguida se enrolou ao seu corpo, tendo sobrevivido graças ao pronto socorro dos vizinhos, relata o jornal australiano Cairns Post.



O ataque aconteceu na segunda-feira à tarde, em Port Douglas, Austrália. A mãe do menino estava sentada no alpendre quando a criança correu pelo jardim atrás de uma bola. “Foi então que ouvi aquele grito de gelar o sangue”, contou ao jornal.



“A cobra estava a morder-lhe a perna, toda enrolada ao corpo dele até ao pescoço e estava a começar a sufocá-lo”, acrescentou.



A mulher disse que não conseguiu tirar o reptil de cima do filho, mas os seus gritos alertaram os vizinhos que foram prontamente em seu socorro. Referiu ainda que o ataque foi muito rápido e “bastante assustador”.



A criança foi levada para o Mossman Hospital, onde os médicos verificaram que as quatro mordidas foram feitas por uma pitão ametista (Morelia amethistina), que não é venenosa. Foi depois transferido para o Cairns Base Hospital, onde está sob vigilância.



O médico veterinário Rod Gilbert explicou ao Cairns Post que as cobras pitão são mais activas entre Outubro e Abril, altura em que anda à caça de comida.

Tags: ,
0 comentários

Cobras pitão estão a invadir Miami

27/12

2011

às 19:53

 

Este Natal, uma família de Miami (EUA) teve um presente muito especial. No dia 25, encontraram a nadar na piscina de casa uma cobra pitão birmanesa.



Embora não se trate de um animal venenoso, devido ao seu comprimento – quatro metros -, a cobra pitão assustou as crianças e o casal, que não sabia o que fazer para lidar com aquela situação.



De acordo com o jornal espanhol El Mundo, nos últimos tempos, é cada vez maior o número de cobras pitão que surge nas áreas urbanas do sul da Flórida.



A população de cobras pitão tem vindo a aumentar desde o início da década passada, quando começou a modar de ter este tipo de animais em casa, como se fossem brinquedos.



A inexistência de uma lei que proíba a sua venda faz com que as lojas começassem a vendê-las sem qualquer tipo de problemas. Miami encheu-se de cobras, serpentes, iguanas e todo o tipo de reptéis.



O maior problema, contudo, são as cobra pitão, que atingem dimensões gigantescas, assustando os proprietários que optam por soltá-las no Parque Nacional de Everglades, a oeste da área metropolitana de Miami.



As cobras adaptaram-se rapidamento ao seu novo ambiente, começaram a alimentar-se de veados, pássaros, tartarugas e caimãos, até que nos últimos anos estes começaram a escassear e as pitão viram-se obrigadas a aproximarem-se das áreas urbanas.



Em finais de Outubro, os guardas florestais do Parque Nacional de Everglades encontraram uma destas cobras a engolir um veado com cerca de 40 quilos. O reptil tinha “apenas” cinco metros, mas os guardas dizem que algumas chegam atingir os oito metros de comprimento e pesar 100 quilos, estimando que a população de cobras pitão seja na ordem dos 50 mil exemplares.



Tanto o Parlamento Estatal da Flórida como o Governo Federal, em Washington, estão atentos a este problema e aparentemente dispostos a ceder aos interesses dos grupos de pressão que defendem a proibição da venda de animais perigosos.



No estado da Flórida, o negócio é proibido desde 2009, depois de uma menina de dois anos ter morrido estrangulada por uma cobra pitão enquanto dormia. O animal tinha-se escapada da jaula da casa onde a criança vivia, no norte de Orlando.



A mãe da menina e o namorado foram considerados culpados em Julho passado de homicídio em terceiro grau, sem premeditação, e negligência.

 

                      

0 comentários

Cobra pitão albina encontrada numa rua de Alcabideche

23/08

2011

às 14:39

                           

 

                                                                            Foto: direitos reservados

 

Uma cobra pitão albina com cerca de 1,70 metros foi encontrada domingo, em Alcabideche (Cascais), mas já se encontra protegida no Parque Animal Monte Selvagem, em Lavre – Montemor-o-Novo, anunciou hoje a instituição.

 

  

O bizarro achado encontrava-se dentro de uma caixa abandonada na via pública que foi descoberta por um popular que contactou imediatamente a linha SOS Ambiente.

  

De imediato, foi montada uma Operação de Resgate em articulação com o SEPNA - Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente, da Guarda Nacional Republicana, e o Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB) que procederam à recolha do animal, transferindo-o para o Monte Selvagem – Reserva Animal.

  

Esta espécie não é venenosa, matando as presas por asfixia, alimentando-se de ratos, coelhos e mamíferos de pequeno porte. Pode viver até aos 40 anos e atingir oito metros de comprimento.

  Independentemente da sua imagem de lazer, o Monte Selvagem tem como objectivo principal a protecção da vida animal, recolha e alojamento de animais selvagens, com casos recentes de sucesso junto de algumas espécies.  

0 comentários

Socorro, tenho uma cobra pitão do meu quintal!

12/08

2011

às 19:10

A polícia de Algeciras, em Cádiz, capturou no quintal de uma casa uma cobra pitão com três metros de comprimento, que tinha fugido da casa do proprietário sem que este se apercebesse, noticia o jornal espanhol ABC de Sevilla. O dono do animal não têm as devidas licenças para o manter em casa.

 

As autoridades receberam um telefonema de um habitante da Urbanização Averroes, no bairro La Granja, queixando-se de ter uma cobra de grandes dimensões no quintal. No local, os agentes verificaram que havia uma janela aberta no andar superior e foram investigar.

 

Descobriram que o réptil tinha fugido de uma casa particular, que na altura estava vazia, e que caiu no pátio interior de uma outra habitação. Depois de confirmarem a identidade do proprietário da casa, um homem de 36 anos, verificaram que este não tinha autorização para manter este tipo de animais em casa. O indivíduo foi constituído arguido por posse de animal potencialmente perigoso e não ter adoptado as devidas medidas de segurança.

Tags: , ,
0 comentários

Criação de cobras são um autêntico negócio em cidade chinesa

20/06

2011

às 15:44

  Fotos: Aly Songs/Reuters

Zisiqiao, uma cidade aninhada na vasta terra da província de Zhejiang, China, esconde um segredo mortífero. Em casa de cada família de agricultores, os visitantes deparam-se com milhares e milhares de algumas das criaturas mais temidas do mundo: cobras, muitas delas venenosas, conta a Reuters.



Cobras, víboras e pitões estão por todo o lado em Zisiqiao, conhecida como a cidade das cobras, onde os reptéis são criados para servirem de alimento e para a medicina tradicional chinesa, o que contribui para a dinamização da economia local.



“Sendo a principal cidade da China onde se criam cobras, é impossível criar apenas uma espécie de réptil”, explica Yang Hongchang, um agricultor de 60 anos que introduziu a criação de cobras naquela cidade há algumas décadas atrás. “Estamos a investigar diversas espécies de cobras e métodos para criá-las”.



Em 1985, Yang começou a vender cobras que capturava aos vendedores de animais. Contudo, rapidamente ficou preocupado com o facto de as cobras selvagens poderem extinguir-se e começou a investigar formas de as reproduzir em cativeiro. Em apenas três anos, fez uma autêntica fortuna e vários outros agricultores decidiram seguir-lhe os passos. Actualmente, mais de três milhões de cobras são criadas na cidade por cerca de 160 famílias de agricultores.



As cobras são reconhecidas pelas suas propriedades medicinal pela medicina tradicional chinesa e são também utilizadas na sopa e no vinho para fortificar a imunidade das pessoas.



Yang Hongchang abriu a sua própria empresa para dinamizar o negócio e criar a sua própria marca, ao mesmo tempo que desenvolve novas investigações para começar a produzir mais produtos, que vão desde cobras secas, a vinho e pó de cobra. Inicialmente, o método de reprodução consistia em colocar machos e fêmeas juntos, mas as pesquisas permitem agora seleccionar as melhores fêmeas, qual a melhor dieta alimentar e como incubar os ovos, de modo a garantir altas taxas de sucesso.

                            

Tags: ,
0 comentários

Pânico em comboio vietnamita após descoberta de cobras venenosas

01/06

2011

às 18:00

 

Passageiros de um comboio fugiram em pânico depois de um guarda ter descoberto quatro sacos com serpentes venenosas debaixo de um assento, no Vietname. Segundo a edição inglesa do jornal Metro, tratavam-se de cobras-reais (Ophiophagus hannah), a maior cobra venenosa do mundo, que pode atingir os seis metros de comprimento e é capaz de matar um adulto em 30 minutos.


A descoberta foi feita num comboio que fazia a ligação entre a cidade de Ho Chi Minh e Hanói e, embora aparentemente não tivesse constituído ameaça directa aos passageiros, estes sairam das composições em pânico. Julga-se que o proprietário dos sacos tenha fugido durante a confusão.


Um dos utentes, Pham Van An, contou à televisão Sky: “Algumas das cobras eram muito grandes e aterradoras. Muitas pessoas sairam a correr. Algumas ainda pararam para olhar para elas, mas elas rapidamente se levantaram”.



As cobras e as cobras-reais são espécies protegidas por lei no Vietname, tendo sido devolvidas ao seu habitat natural depois de capturadas pela polícia. A carne de cobra é considerada uma verdadeira iguaria no país, suspeitando as autoridades que os reptéis estariam a ser transportados para restaurantes em Hanói.

Tags: ,
0 comentários

Recuperada cobra venenosa que fugiu do Zoo de Bronx

01/04

2011

às 14:12

 

A cobra egípcia que fugiu há uma semana do Jardim Zoológico de Bronx já foi capturada, noticia a imprensa americana. Segundo a My Fox New York, os funcionários do zoo encontraram-na num dos recantos mais escuros do reptilário por volta das 9.30 horas de ontem. “Ela parece estar em boas condições”, disse o director do parque, Jim Breheny, em conferência de imprensa. “Temos a responsabilidade de assegurarmo-nos de que ela está em boa forma e zelar pelo seu bem-estar”.



O réptil, com cerca de meio metro de comprimento e altamente venenoso, fugiu de uma gaiola, onde estava em quarentena, há precisamente uma semana, diz o MSNBC News. O reptilário foi então encerrado ao público, por questões de segurança, e, embora os técnicos do zoo sempre tenham afirmado que ela deveria estar algures naquele local, a população da zona viveu dias de preocupação. Na mesma conferência de imprensa, o director do zoo explicou que a melhor arma na procura desta cobra adolescente foi “a paciência”.



Jim Breheny acrescentou que os técnicos do zoo criaram, junto ao reptilário, condições para que ela se sentisse confortável e fosse mais facilmente encontrada, através da criação de zonas mais sombrias, com pouco ruído e oferecendo-lhe madeira com o cheiro a ratos. Uma vez que ela está em boas condições, o reptilário deverá abrir ao público na próxima semana. O director do zoo referiu ainda que estão a pensar lançar um concurso para a baptizar, uma vez que o público está muito interessado nela.



Pouco depois do seu desaparecimento, alguém criou uma conta no Twitter onde a cobra “descrevia” aquilo que sentia durante os seus dias de liberdade. Uma conta que rapidamente atingiu os 200 mil seguidores.

Tags: ,
0 comentários

Cobra mortífera fugiu do Zoo de Bronx

28/03

2011

às 17:51

 

Os funcionário do Jardim Zoológico de Bronx, em Nova Iorque (EUA), estão desesperadamente à procura de uma cobra egípcia mortífera que fugiu na sexta-feira e nunca mais foi vista desde então. De acordo com a Fox News, o Reptilário esteve hoje fechado por precaução, enquanto os colaboradores do parque vasculham tudo à procura da cobra fugitiva, confirmou àquele canal de televisão um porta-voz do Zoo.



A cobra egípcia adolescente, com cerca de meio metro de comprimento, tem um veneno altamente letal que injecta nas vítimas quando as morde. Embora não seja vista desde sexta-feira, os responsáveis pelo Jardim Zoológico acreditam que ela não está muito longe e que não se encontra em qualquer espaço público. A sustentar esta crença está o facto de ela viver numa zona isolada, não acessível ao público.



Num e-mail divulgado hoje, Jim Breheny, director do parque, escreveu: “Para se compreender a situação, é preciso pensar como uma cobra. Os animais procuram espaços confinado, pelo que não há dúvida de que a cobra deve estar escondida num local onde se sinta segura”. Ainda de acordo com o mesmo responsável, quando ela começar a ter fome ou sede sairá do esconderijo. Será a grande oportunidade para os funcionários do parque a capturarem.



Se não for tratada de forma adequada, a mordida desta cobra é fatal. Segundo a My Fox New York, o veneno da cobra egípcia provoca inchaços, vómitos, convulsões e a morte.

Tags: ,
0 comentários

Cobra causa pânico em comboio polaco

16/03

2011

às 14:00

 

Foto:Cental

Os passageiros que viajavam de comboio entre Gdynia e Zakopane, na Polónia, não ganharam ontem para o susto, quando viram uma cobra com mais de um metro a passear pelsas carruagens. Segundo a edição inglesa do jornal Metro, assim que se aperceberam desse estranho companheiro de viagem, os passageiros premiram o botão de emergência e saltaram para cima dos bancos.



O comboio acabou por parar na estação Llaskie, onde polícia e bombeiros entraram a bordo para capturarem o réptil. O porta-voz da polícia local, Slawomir Nojman, disse: “A polícia e oficiais do departamento de bem-estar animal entraram no comboio e, cercar de uma hora de pois, já tinhamos capturado a cobra”.



Durante a perseguição ao animal, as autoridades descobriram que havia uma segunda cobra à solta no comboio. “Mas esta ainda estava na gaiola de transporte”, acrescentou o mesmo responsável. Os reptéis deverim ser entregues numa morada em Nowy Sacz, mas acabaram por ser encaminhados para uma clínica veterinária.

Tags: , ,
0 comentários

Estudo reforça tese de que as cobras tiveram patas no passado

09/02

2011

às 10:30

  Foto: Discovery News

Um novo estudo científico conclui que as cobras perderam as patas, que costumavam ter no passado, porque estas começaram a crescer de forma mais lenta ou por um período de tempo mais curto. A investigação, publicada no último número do Journal of Vertebrate Paleontology, reforça a tese de que as cobras evoluíram dos lagartos e ambos tanto caminhavam em terra, como nadavam no oceano. As patas devem ter-se tornado cada vez menos úteis à medida que o animal ia evoluindo.



“Se algo é inútil pode regredir sem qualquer impacte na sobrevivência do animal. A regressão pode mesmo ser positiva, como neste caso, se as patas estavam a prejudicar a locomoção das cobras, tanto em terra como no oceano”, disse, à Discovery News, Alexandra Houssaye, coordenadora do estudo. Para este projecto, esta técnica do Museu Nacional de História Natural de Paris e os seus colegas analisaram o fóssil de uma cobra designada Eupodophis descouensi. Este réptil pré-histórico viveu durante o Período Cretácio no que é hoje o Líbano.



Para melhor examinarem o fóssil, os investigadores utilizaram uma nova técnica de imagiologia, o que lhes permitiu obterem milhares de imagens a duas dimensões, que utilizaram para construir um modelo a três dimensões. Com este modelo, os cientistas verificaram que o réptil em causa tinha duas patas traseiras regredidas e nenhuma pata dianteira. A pata que os investigadores conseguiram visualizar dobrava pelo joelho, tinha quatro ossos do tornozelo, mas nenhum pé ou dedos. As imagens permitiram ainda perceber que a arquitectura interna das patas se assemelhava em muito aos ossos das patas dos actuais lagartos terrestres.



Uma outra cobra, do mesmo período temporal, Najash rionegrina, também terá tido duas pequenas patas traseiras, o que reforça também a tese de que as cobras tiveram patas e descendem dos lagartos. Hussam Zaher, da Universidade de São Paulo (Brasil), e um colega descobriram o fóssil da Najash (que significa “cobra” em hebreu) na província argentina de Rio Negro.

Tags: , ,
0 comentários

Cobra albina de duas cabeças é a principal atracção de uma exposição na Suíça

03/02

2011

às 10:20

  Foto: CEN

Uma cobra albina com duas cabeças é a principal atracção de um evento que anualmente mostra, na Suíça, os animais mais estranhos e mais adoráveis, desde mamíferos e marsupiais. Segundo a edição inglesa do jornal Metro, este ano, todos os visitantes se encaminham para a zona dos répteis, onde está Mince, a cobra mais incomum do mundo.



Mince é um réptil da espécie garter (Thamnophis sirtalis) e é uma das duas cobras albino de duas cabeças existentes em todo o mundo, de acordo com o seu proprietário, Tom Beser, um herpetologista alemão. “Exitem oito cobras de duas cabeças, albinas e normais. Mas esta é a única que é simultaneamente albina e que tem duas cabeças”, sublinhou.

Cadela sobrevive a seis mordidas de cascavél

27/08

2010

às 20:45

 

Adrian, uma cadela terrier, sobreviveu milagrosamente a seis mordidas de uma cobra cascavél, de acordo com a estação de televisão WTSP. Stu e Christina Saylor costumam levar Adrian a passear a um parque junto de casa, em Saint Petersburgo, no estado americano da Flórida, deixando-a correr livremente. Stu disse à WTSP que a cadela gosta “de perseguir esquilos e coelhos”, mas a última caminhada não correu nada bem. Depois de se aventurar pelo meio de uns arbustos, Adrian regressou para junto dos donos cabisbaixa e com uma das pernas traseiras a sangrar abundantemente.



Stu e Christina transportaram-na de imediato a uma clínica veterinária, onde a médica Tamara Berlim descobriu não uma mas seis picadas de cobra. Apesar do casal não ter visto o réptil, a médica acredita ter-se tratado de uma cobra cascavél, dado o tipo de ferimentos causados. Os sintomas de uma picada de cobra aparecem cerca de 30 minutos depois e incluem inchaço e sangramento abundante.



Uma vez que as hipóteses de sobrevivência nestes casos é bastante reduzida, Stu e Christina ainda ponderaram eutanaziar Adrian, para lhe evitar o sofrimento, mas depois de um tratamento com recurso a grandes doses de anti-veneno e a transfusões de sangue de um pastor alemão, a cadela começou a reagir bem. A médica veterinária afirma que o facto de o casal ter levado de imediato Adrian à clínica lhe poderá ter salvo a vida.

0 comentários

Cobra pitão refugia-se em motor

07/07

2010

às 15:14

Uma cobra pitão reticulada decidiu refugiar-se no motor de um automóvel que se encontrava parado numa fila de trânsito na cidade de Samara, no sul da Rússia, divulgou a agência de notícias Interfax. Foram os outros automobilistas quem deram o alerta, quando viram o animal, com cerca de dois metros de comprimento, a entrar para o motor do carro, de matrícula estrangeira. A pitão, de uma espécie rara, acabou por ser resgatada por um técnico do Jardim Zoológico de Samara que, citado pela Interfax, explicou que o animal ficou em estado grave. “Felizmente, foi avistada a tempo, caso contrário acabaria morta”, explicou um dos técnicos envolvidos na operação de resgate. A proveniência do animal é ainda desconhecida, mas as autoridades estão esperançadas de que o proprietário tentará recuperá-la quando der pela sua falta. As pitão reticuladas são oriundas do sudeste asiático e na idade adulta, os espécimes maiores podem atingir os nove metros de comprimento.

Tags: , ,
0 comentários

publicidade

Arquivo de artigos

Fale com o autora

envie os seus conteúdos para: fmariano@jn.pt

blogues associados

publicidade

Global Notícias SGPS, S.A. Todos os direitos reservados.